Viagem ativa

Férias na vida selvagem: as 10 melhores viagens para os amantes de animais

Desde o rastreamento de ursos polares através da tundra ártica até a natação com leões marinhos no Mar de Cortez, o mundo está cheio de incríveis aventuras da vida selvagem para experimentar. Se você é um amante dos animais, não vai querer perder essas inesquecíveis férias de vida selvagem.

Este arquipélago remoto ao largo da costa do Equador só pode ser o destino final de férias da vida selvagem. Você não precisa de equipamento fotográfico especial ou lentes de zoom gigantes para tirar fotos em close-up da vida selvagem; porque não há predadores naturais aqui, os animais não têm medo das pessoas, e muitas vezes você vai encontrar-se a poucos metros de leões-marinhos, tartarugas gigantes, albatrozes e iguanas. Fique de olho nos únicos pinguins tropicais do mundo.

Como chegar lá: Há algumas dúzias de hotéis e pousadas em Galápagos, incluindo o aconchegante Semilla Verde Boutique Hotel na Ilha Santa Cruz, mas para ver o maior número de animais possível, você vai querer pegar um barco. As embarcações aqui não podem transportar mais de 100 passageiros por lei, e muitas são muito menores, criando uma experiência íntima. Operadores populares incluem International Expeditions, Celebrity Cruises e Metropolitan Touring.

Há poucos pontos turísticos mais magníficos do que um tigre de Bengala de 400 quilos andando pela grama, músculos ondulando sob o casaco listrado e elegante. Os tigres são mais facilmente vistos em uma série de parques em toda a Índia, incluindo os Parques Nacionais Corbett e Bandhavgarh. O mais atraente, porém, pode ser o Parque Nacional de Ranthambore; uma vez que os parques de caça dos marajás de Jaipur, o parque apresenta não apenas muitos tigres, mas também ruínas do templo e outros animais selvagens, como leopardos e ursos-preguiça.

Como chegar lá: O Tiger Safari India oferece uma variedade de pacotes que variam de quatro noites a três semanas. O ultra-luxo Oberoi Vanyavilas está localizado em frente ao Parque Nacional Ranthambore e pode ajudá-lo a organizar excursões.

Para muitos viajantes, a Antártica é a viagem da vida selvagem de sua vida. O clima é hostil e a jornada para chegar lá é longa, mas as recompensas são muitas: imagine elefantes e focas, baleias jubarte e orca e milhares de pinguins, todos em um cenário de gelo em todos os tons possíveis de branco e azul. . Se você tiver tempo e orçamento, considere reservar uma viagem que inclua uma parada na Geórgia do Sul para ver sua enorme população de pingüins (incluindo os pinguins-rei, que são mais difíceis de encontrar na Península Antártica).

Como chegar lá: A Quark Expeditions é especializada em viagens polares e até oferece opções de fly-in para viajantes que querem pular a notavelmente áspera Drake Passage entre a América do Sul e a Antártida. Para cabines de luxo e comida, considere um cruzeiro com a Silversea.

Asaf Weizman / Shutterstock

Imagine-se agachado em uma densa floresta verde a poucos metros de uma mãe gorila embalando seu bebê ou um silverback de 400 libras procurando comida. Existem apenas cerca de 880 gorilas de montanha no planeta, e Ruanda e Uganda são os melhores e mais seguros locais para vê-los. Uganda é uma opção melhor para os viajantes com orçamento limitado, já que licenças e acomodações tendem a ser mais baratas; também é fácil adicionar outras aventuras à sua viagem de vida selvagem, como observar leões e elefantes no Queen Elizabeth National Park. Enquanto isso, Ruanda tem melhor infra-estrutura, distâncias de direção mais curtas e a chance de ver macacos dourados brincalhões.

Como chegar lá: Em Ruanda, considere se hospedar no sofisticado Virunga Lodge, que possui vista para o lago e o vulcão e organizar passeios em busca de gorilas e macacos dourados. Em Uganda, o recém-renovado Bwindi Lodge oferece serviço de mordomo para todos os hóspedes e jardins onde os gorilas costumam passear. Ambas as lojas são operadas pela Volcanoes Safaris, que oferece pacotes turísticos de quatro a sete dias em Uganda e Ruanda.

Localizado a meio caminho entre a Noruega continental e o Pólo Norte, este aglomerado de ilhas geladas é um dos poucos lugares do planeta onde é possível ver ursos polares sobrevoando o gelo em seu habitat natural - junto com renas, raposas do Ártico, papagaios-do-mar, morsas e selos. A maioria das pessoas visita no verão, quando o sol da meia-noite brilha a noite toda.

Como chegar lá: Você pode se hospedar em um hotel como o Funken Lodge, que pode organizar excursões de vida selvagem, mas a maneira mais conveniente e abrangente de descobrir Svalbard é em um navio de cruzeiro. Quark Expeditions, Lindblad Expeditions e G Adventures estão entre os operadores que podem levá-lo até lá.

Alastrando por partes do Brasil, Bolívia e Paraguai, o Pantanal é o maior sistema de áreas úmidas de água doce do planeta. O Pananal tem uma concentração ainda mais densa de vida selvagem que a Amazônia; os visitantes podem avistar jaguares, jacarés, araras, lontras, macacos, garças, tamanduás e muito mais nas amplas várzeas da região.

Como chegar lá: A Pantanal Nature realiza excursões de vida selvagem, incluindo excursões focadas em onças-pintadas, na parte norte da região. Ecolodges, como o Araras Pantanal Ecolodge e o SouthWild Pantanal Lodge, também organizam viagens de vida selvagem pela região.

Com as águias águias sobrevoando as baleias corcundas, e os ursos famintos perseguindo rios em busca de salmão, o Alasca oferece um banquete de aventuras de viagens para a vida selvagem. O Parque Nacional Denali é um bom lugar para observar a versão do Alasca dos Cinco Grandes Africanos: alces, caribus, ovelhas de Dall, lobos e ursos pardos. Muitos visitantes entram em navios de cruzeiro pela Inside Passage, onde você pode ver animais marinhos, como lontras marinhas, leões marinhos, focas e vários tipos de baleias.

Como chegar lá: Esta lista de passeios para observação de ursos é um bom lugar para começar sua pesquisa, se a visualização de ursos negros, pardos ou polares for indispensável para você. Numerosas linhas de cruzeiro oferecem viagens no Alasca, incluindo linhas de grande porte como Princess e Holland America, e pequenas empresas de expedições como a Alaskan Dream Cruises e a UnCruise Adventures. Para estadias no Parque Nacional Denali, considere reservar um alojamento ou quarto no McKinley Creekside Cabins.

Coberto de floresta tropical antiga e dividido entre as nações da Malásia, Indonésia e Brunei, Bornéu atrai viajantes com a chance de avistar orangotangos balançando através das árvores ou ter um vislumbre do menor elefante da Ásia. Macacos de amor? Não perca uma viagem à Reserva de Vida Selvagem de Kinabatangan, lar de 10 espécies diferentes de primatas, incluindo macacos-narigudo, orangotangos e várias variantes de macacos e langures. Fique de olho no indescritível urso-malaio e em seu distinto pêlo branco ou dourado.

Como chegar lá: A Intrepid Travel e a G Adventures organizam uma série de passeios em pequenos grupos em Bornéu com vários preços e níveis de atividade. Se você preferir viajar de forma independente, você pode reservar um pacote de várias noites no Borneo Rainforest Lodge, localizado na Área de Conservação do Vale Danum; os hóspedes anteriores relatam ter visto macacos de folha vermelha, orangotangos, macacos e vários pássaros coloridos ao redor do terreno.

Nenhum amante da vida selvagem deveria perder a chance de ver os lendários Cinco Grandes da África: leões, rinocerontes, elefantes, leopardos e búfalos-do-cabo. Na Tanzânia você encontrará todos e muitos mais, incluindo hipopótamos, girafas e zebras. O país é mais famoso pela Grande Migração, quando milhões de gnus se deslocam em massa do Serengeti, na Tanzânia, para os Masai Mara, no vizinho Quênia; Junho e julho são os melhores meses para ver a migração na Tanzânia.

Como chegar lá: A Bright African Safaris é uma operadora local bem conceituada. O Nomad Tanzania administra luxuosos acampamentos de safári em todo o país. A Intrepid Travel oferece vários pacotes da Tanzânia, muitos dos quais incluem também o tempo no Quênia.

Também conhecido como o Golfo da Califórnia, o Mar de Cortez é o corpo de água entre a península da Baixa Califórnia e o continente do México - e está repleto de vida selvagem. Baleias azuis, cinzas, espermatozóides, nadadeiras e jubarte migram através destas águas em várias épocas do ano, enquanto os golfinhos e orcas são habitantes durante todo o ano. Você pode até nadar ao lado de leões marinhos e tubarões-baleia.

Como chegar lá: Você pode se hospedar em Los Cabos e fazer excursões de observação de baleias e snorkeling para ver a vida selvagem local. Para uma visão mais detalhada da região, reserve um cruzeiro de expedição em pequenas embarcações com operadores como Lindblad Expeditions ou UnCruise Adventures.

Não perca uma viagem, uma dica ou uma promoção!

Vamos fazer o trabalho de pernas! Assine nosso boletim informativo gratuito agora.

Ao prosseguir, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.